Tempo de leitura: 05 Minutos

PRÁTICAS QUE VALORIZAM A SAÚDE – CONHEÇA MEDIDAS PARA PREVENIR ACIDENTES DE TRABALHO

 

 

Prevenir acidentes deve ser tarefa primordial no funcionamento de uma empresa.

Promover a segurança é garantir o bem-estar e a saúde ocupacional dos colaboradores.

 

Fazer do trabalho uma atividade segura não é uma tarefa fácil! Exige empenho e pessoal capacitado para criação de uma gestão de segurança.

É extremamente necessário investir em medidas de prevenção, pois no Brasil temos contabilizados mais de 700 mil acidentes de trabalho por ano.

 

Cada setor e segmento precisa de uma atenção especial quanto este tema, sendo necessário a elaboração de plano de segurança personalizado para todas as atividades praticadas.

A forma como este plano de segurança será estruturado impacta na credibilidade da empresa perante o mercado, fazendo do investimento em soluções de segurança, um fator benéfico para os envolvidos nas relações empresariais.

Garantir que a gestão de segurança se integre em parâmetros legais, é critério principal para garantir a integridade dos colaboradores.

 

Como a empresa é responsável pelo bem-estar e ambiente oferecido aos seus colaboradores, preparamos aqui um conjunto de medidas que devem ser tomadas ao investir em segurança, pois o cuidado e o zelo com a saúde de quem executa funções deve ser tratado como tarefa fundamental.

 

Os fatores que unimos para promover a diminuição de riscos foram:

 

OPERAÇÃO DE MAQUINÁRIOS APENAS POR MÃO DE OBRA QUALIFICADA – Diversos processos são realizados por máquinas dentro de um setor de produção. Porém o manuseio das mesmas, precisam necessariamente ser realizados por mão de obra capacitada. É responsabilidade da empresa exigir certificações , quando se tratar de necessidade específica, ou promover a capacitação do funcionário para determinada operação, aplicando testes e supervisão por profissionais com conhecimento técnico para apontar melhorias no desempenho.

 

LIMITAR QUE O COLABORADOR EXECUTE SOMENTE A SUA FUNÇÃO – Não se deve permitir que os funcionários realizem atividades para as quais não estão capacitados. Especialmente se em determinada atividade, a falta de conhecimento técnico expor o funcionário a um risco mais elevado. Além de ser uma prática ilegal, cabe também ao colaborador o direito de manifestar a sua recusa.

 

DESCARTE DE FERRAMENTAS QUE NÃO POSSUEM MAIS CONDIÇÃO DE USO – Ferramentas com o tempo passam por desgastes naturais ocasionados pelo uso e pelo tempo. É fundamental proibir o uso e promover o descarte correto dos itens, para que não ocorram resultados indesejados por mau funcionamento.

 

MANTER MAQUINÁRIO REVISADO – Garantir o pleno funcionamento das máquinas em seu setor, previne que acidentes e lesões graves sejam causados por pane ou funcionamentos desregulados. E ao perceber qualquer intercorrência ligada ao funcionamento de algum maquinário, é direito do funcionário manifestar recusa quanto a operação de determinada máquina.

 

COMUNICAÇÃO DE INCIDENTES – Incidentes se tornam acidentes. Manter a gestão de segurança informada sobre qualquer incidente ocorrido, é de extrema importância para que ajustes contínuos sejam feitos no plano de segurança.

 

DAR O DIREITO DE PERÍCIA PARA OS FUNCIONÁRIOS – É de extrema importância dar aos funcionários o direito de vistoriar, denunciar e apontar irregularidades de segurança. Sejam estas no plano aplicado, nos EPI’s, no plano de gestão e em seus colegas de trabalho. Permitindo advertir e comunicar qualquer realização incorreta de atividades em áreas de risco.

 

EXIGIR O USO DE EPI’s – Sendo estes por obrigatoriedade fornecidos pela empresa, com seus registros de entrega devidamente protocolados. Passando a ser obrigação do funcionário a sua utilização, tornando cabíveis medidas da CLT no caso de negligência.

 

ORGANIZAÇÃO DO AMBIENTE – Impedir que a desorganização se intensifique com a rotina de atividades, impede que acidentes sejam causados por objetos dispostos em locais inapropriados, vazamentos e etc.

 

Investir em medidas de segurança valorizam a sua marca. Além de evitar elevados custos de reparo, a segurança também promove a satisfação de colaboradores, um bom clima organizacional, um ambiente seguro, o preparo adequado caso hajam imprevistos, cumprimento das normas regulamentadoras, diminui potencialmente os riscos, e garante uma operação contínua.

 

Quer investir em um plano ou soluções para riscos da sua empresa e não sabe por onde começar? Nós podemos ajudar!

Fale conosco e conheça nossas soluções.