Reading time: 05 Minutes

No dia 04 de Outubro comemora-se o dia do Médico do Trabalho.

 

A data é uma homenagem ao médico Bernardino Ramazzini, que durante sua carreira ressaltou a importância da manutenção nos ambientes de trabalho, e a necessidade de oferecer condições ideais para desenvolvimento de atividades.

 

Esta especialidade é de imensa importância para a medicina e para a segurança do trabalho, porque não visa somente a prevenção de acidentes e doenças, mas a oferta da maior qualidade de vida e a prioridade da saúde e integridade do trabalhador.

 

A partir do trabalho de Ramazzini, foi possível classificar os riscos existentes e a ligação de determinadas ocupações com doenças.

 

A primeira obra com esta temática foi publicada em 1700, e trazia 52 doenças causadas pelo trabalho. O estudo foi criado partindo do relato de pacientes atendidos. Foi identificado que o trabalho pode ser um fator determinante no adoecimento, e a partir dos indícios, foi possível classificar diversas doenças ocupacionais.

 

Em uma das partes de sua obra "As Doenças dos Trabalhadores", Ramazzini descreve qual deve ser a postura de um médico do trabalho:

 

“o médico que vai atender um operário não deve se limitar a por a mão no pulso, com pressa,

sem informar-se de suas condições; não delibere de pé sobre o que convém ou não fazer (…);

deve sentar-se com a dignidade de um juiz; sente-se mesmo em um banco, examine o paciente com

fisionomia alegre e observe detidamente o que ele necessita dos seus conselhos médicos e dos seus cuidados preciosos”.

 

Sendo assim, o médico do trabalho é um profissional com importância destacada no cenário da saúde em nosso país. Ele é um elo entre as ações produtivas das empresas e o bem estar dos trabalhadores. Capaz de auxiliar no processo de conscientização de questões de saúde e segurança para preservar um bom ambiente laboral.

 

Nós da AGMOV os parabenizamos pela dedicação em promover o Trabalho Seguro!